Motopel - Apaixonados pelo Cliente

Blog

19/04/2019 as 10:13h

PNEU DE MOTO – SAIBA O QUE É MITO E O QUE É VERDADE

PNEU DE MOTO – SAIBA O QUE É MITO E O QUE É VERDADE

Gostou do conteúdo? Então compartilhe!

Quando o assunto são pneus de moto não faltam lendas por aí. Alguns dizem que um pneu mais largo ajuda a fazer curvas. Outros afirmam que murchar o pneu ajuda a ter aderência no piso molhado. Mas será que esses sensos comuns são mitos ou verdades?

Fomos ao Campo de Provas da Pirelli no interior de São Paulo para tirar as dúvidas com o piloto de testes de pneus de moto da marca italiana, Eduardo Zampieri. Confira!

  1. Pneu fora da medida compromete a dirigibilidade da moto?

Muita gente coloca um pneu mais largo porque acha que ajuda a fazer curvas ou simplesmente porque fica mais “bonito”. Mas, segundo Zampieri, um pneu mais largo compromete sim a dirigibilidade da moto. Além de influenciar na suspensão da moto, um pneu mais largo dificulta manobras rápidas. “Mudar de direção com a moto calçada com pneu mais largo fica muito mais lento, mais pesado. Isso atrapalha na hora de desviar de um buraco ou um obstáculo”, explica o piloto de testes da Pirelli.

Portanto, é verdade que pneus fora da medida original comprometem a dirigibilidade da moto. O ideal é sempre usar os pneus nas medidas originais de fábrica.

  1. Pneu murcho gasta mais combustível?

Verdade! Quando o pneu está fora da calibragem recomendada pelo fabricante da moto, ou seja, geralmente, mais murcho do que o ideal, a moto consome mais combustível. O pneu murcho tem maior área de atrito com o solo. “Se há uma maior área de atrito com o solo, você tem que acelerar mais para atingir determinada velocidade. Com isso, a moto ‘bebe’ mais”, explica Eduardo Zampieri.

O recomendável é verificar a calibragem dos pneus, ao menos, uma vez por semana. Vale lembrar também que, se for levar garupa ou bagagem, é preciso sempre calibrar o pneu de acordo com a pressão indicada pelo fabricante da moto. Essa pressão está indicada no Manual do Proprietário ou em alguma etiqueta fixada na moto.

  1. O ideal é usar o mesmo modelo de pneu nas rodas dianteiras e traseiras?

Sim, verdade! Quando for trocar o pneu da sua moto, o recomendado é utilizar o mesmo modelo de pneu nas duas rodas. O desenho da banda de rodagem do pneu dianteiro trabalha em conjunto com o desenho do pneu traseiro. “É um conjunto. O pneu dianteiro trabalha para o pneu traseiro. A melhor eficiência de tração, principalmente no piso molhado, é quando você tem o desenho combinado. Os sulcos (ou íncavos) do pneu dianteiro espalham a água para que o traseiro tenha melhor aderência”, explica o piloto de testes da Pirelli.

  1. Esvaziar o pneu dá mais aderência na chuva?

Mito! Murchar o pneu não garante mais aderência em piso molhado. “Quando você abaixa a pressão para dar mais aderência no molhado, você está diminuindo os íncavos (sulcos) do pneu. Diminuindo a área dos íncavos, você reduz a capacidade do pneu de escoar a água”, explica Eduardo Zampieri.

Segundo o piloto de testes, a largura e a profundidade ideal dos sulcos estão relacionadas à calibragem ideal do pneu. Portanto, nunca esvazie os pneus na chuva. Mantenha sempre a calibragem recomendada.

  1. O jeito de pilotar influencia na durabilidade do pneu?

Verdade! A maneira como você pilota compromete a vida útil do pneu, sim. Segundo Eduardo Zampieri, motociclistas que carregam muito no freio dianteiro ou no traseiro até arrastar a roda causam um desgaste maior nos pneus. “Pilotos que ficam com o pé sobre o pedal de freio também gastam mais os pneus”, afirma ele. Acelerar bruscamente nas saídas de semáforos ou fazer manobras, como empinar a moto, também comprometem a durabilidade dos pneus.

A dica é sempre pilotar de forma suave e racional, respeitando as leis de trânsito. Dessa forma, você não comete infrações e ainda preserva os pneus e outras partes de sua moto.

FONTE: https://www.moto.com.br/acontece/conteudo/pneu-de-moto-saiba-o-que-e-mito-e-o-que-e-verdade-153183.html



Mais notícias »