NOVIDADES

MOTOPEL HONDA

Escolha a moto ideal para sua altura

Saber dominar plenamente uma motocicleta é um prazer indescritível. Quanto mais você pilota, mais você aprende. Esta é uma regra de ouro que vale para 99% das pessoas, ficando o 1% restante destinado aos gênios do guidão, os fora de série. São aqueles que parecem ter nascido em cima de uma moto, e se for este seu caso, parabéns; se não for, vale a pena ler o que segue.

Uma das coisas mais importantes quando se é inexperiente é começar o aprendizado de maneira gradual, e o fator “pé no chão” é muito importante, no duplo sentido desta expressão. É preciso ter “pé no chão”, ser humilde, para não exagerar e sair fazendo o que não se sabe. E é preciso ter “pé no chão”, literalmente, para sentir confiança nos primeiros momentos do aprendizado. Por isso é fundamental começar com uma moto ou scooter adequada para sua estatura.

Quer dizer que pessoas baixas vão ter sempre que pilotar motos cujo banco esteja bem pertinho do solo? Não é bem assim! Com o passar do tempo, com a experiência assinalada lá no começo, a altura de uma moto acaba sendo um fator que em quase nada complica a vida de quem jamais seria convocado para um time de basquete. Mas, para o aprendizado – e isso vale até mesmo para os altos – a segurança psicológica (e prática!) de poder plantar os pés no solo quando as coisas complicam é indispensável.

A Honda Pop, a Biz e as scooters Elite e PCX são perfeitas para começar. Qualquer iniciante se sentirá seguro nelas pois a distância do banco em relação ao solo é contida, variando dos 74cm na Pop aos 77cm da Elite. Fora isso elas são leves, fáceis de manobrar, perfeitas para os primeiros quilômetros ao guidão. E quanto à Honda CG, a mais popular moto do Brasil? A altura do assento não é exagerada, está na casa dos 79cm, o que faz dela um modelo apropriado para iniciantes e também baixinhos e baixinhas, sem necessidade de altura mínima para pilotar moto.

À título de comparação, a Honda com assento mais alto é a CRF 1000L Africa Twin Adventure Sports, cujo banco fica a nada menos do que 90cm do chão, e mesmo a bem menos potente XRE 300 tem 86cm de altura no banco, o que as tornam motos bem mais indicadas a quem tem boa experiência e, claro, pernas compridas.

De fato, para ganhar experiência, motos baixas são perfeitas, porém, uma vez habituados a pilotar, é preciso prestar atenção em outro aspecto importante, o da ergonomia, ou seja, a adequação de seu corpo à moto/scooters e vice-versa.

Quando pessoas altas pilotam motos baixas, elas sofrem com o desconforto, pois a posição de pilotagem não é a ideal. Em pequenos trajetos, ficar com as pernas muito flexionadas não é um grande problema, mas em viagens longas ou trajetos mais demorados, uma posição desconfortável, antinatural, pode causar problemas e até mesmo prejudicar o domínio da moto. Portanto, a regra é a seguinte: para aprender, motos baixinhas e leves para todos. Uma vez conquistada experiência e alguma habilidade, qualquer um pode pilotar qualquer moto, mas aos altos… as mais altas, e vice-versa!

Curiosidade: adivinhe qual a moto da Honda cujo assento é o mais baixo em relação ao solo? Errou quem respondeu Pop 110i. O assento mas baixo entre todas à venda no Brasil é o da GL 1800 Gold Wing, com 74,5cm de altura, meros 3mm mais baixo que o da Pop. Evidentemente, por conta de seu volume e peso (369kg!), a Gold Wing é uma exceção à regra do “aprenda a pilotar em motos baixinhas.”

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Solicite agora mesmo a sua cotação

Primeiro Nome*
Sobrenome*
Tipo de Documento*
Número do CPF ou CNPJ*
E-mail*
Celular*
Modelo
Loja*
Aceito Receber Comunicação via Email
Aceito Receber Comunicação via Celular

Informe seu dados

Nome Completo*
Telefone*
E-mail*

Já Vai? Confira algumas ofertas!

Na Motopel você encontra acessórios originais Honda para você e sua moto. Temos uma variedade de itens para a sua segurança como capacetes, luvas, jaquetas, joelheiras, botas, coletes, cotoveleiras, mochilas e muito mais.