NOVIDADES

MOTOPEL HONDA

Planejamento – o segredo de uma viagem de sucesso

As férias chegaram, e a chance de pegar a estrada de motocicleta é irresistível. Nenhum outro veículo proporciona viver tão intensamente cada metro rodado, seja em uma viagem de poucos dias ou aquela sem data para terminar.

Sozinho ou acompanhado, com uma Honda Pop 110i ou uma GL 1800 Gold Wing, a emoção de conhecer novos lugares, de deixar para trás a rotina, é uma experiência enriquecedora. Novas paisagens, novas pessoas, novos costumes: viajar de moto é o máximo. Regra básica nº 1 para qualquer viagem ser um sucesso é o planejamento.

Como planejar uma viagem de moto? O que levar em uma viagem de moto? Quais os roteiros para uma viagem de moto? Estas dúvidas frequentes podem ser minimizadas por algumas dicas, para que na volta da viagem o assunto, na roda de amigos, seja o prazer da viagem e não os perrengues.

  1. Revisão – Nem pensar sair para uma viagem sem revisar sua moto. Óleo trocado, filtros novos e tudo aquilo que sua concessionária e/ou mecânico de confiança recomendar. Atenção especial merecem os pneus e o sistema de transmissão, quanto mais novos, menos problemas…
     
  2. Emergência – Fusíveis, lâmpadas de reserva, algo que te salve de um pneu vazio (espuma reparadora, remendo para câmeras) e um problema mecânico simples (ferramentas e o bom e velho arame) merecem espaço na sua bagagem. Idem ataduras, antissépticos e medicamentos básicos.
     
  3. Carga – leve o menos possível, fixado de maneira segura e simples. Caso sua moto tenha baú, malas laterais ou alforjes, respeite o peso máximo recomendado, sempre escrito nas etiquetas de tais equipamentos.
     
  4. Equipamento – Segurança sempre vem em 1º lugar, e viajar bem equipado é obrigatório, mas o conforto é fundamental. Escolha trajes que ofereçam proteção sem sofrimento.
     
  5. Roteiro – Estude seu trajeto. A internet te dá a chance de ver na tela de seu telefone, tablet ou computador o jeitão da maioria das estradas. Existem vários aplicativos que podem dar uma ideia precisa do tempo que você precisará para percorrer do ponto A ao B, se há lugares para abastecer, descansar ou eventualmente pernoitar.
     
  6. Descanso – O cansaço ao guidão é perigoso, faz perder reflexos e aumenta o potencial de acidentes acontecerem. É importante que você respeite seu corpo, e que estabeleça paradas com a frequência que seu organismo pede, e não em função de metas prefixadas, seja em horas ou quilômetros.
     
  7. Companhia – Viajar em companhia é legal, desde que você e passageiro(a) estejam habituados a conviver na moto. Sendo assim, faça alguns passeios longos antes de efetivamente partir, a título de ensaio, regra que vale principalmente se tanto você como o (ou a) acompanhante não tiverem experiência em viagens de moto juntos.
     
  8. Grupo – O prazer de viajar de moto para alguns passa pela formação de um grupo. Estar em companhia de outros motociclistas pode ser uma experiência sensacional ou… um pesadelo! É importante que vocês estabeleçam um pacto, determinando objetivos em comum e regras, como o ritmo de viagem por exemplo. Combinem antes, e não durante a viagem.
     
  9. Dia – Conhecendo ou não a estrada, rode sempre com a luz do dia. A visualização de motocicletas de qualquer tamanho é mais difícil pelos motoristas de outros veículos, ainda mais a noite. Não se arrisque na escuridão.
     
  10.  Tempo – Rode tanto quanto possível em condições de visibilidade ideal. Chuva forte ou neblina? Encoste em um lugar seguro e espere as condições do clima melhorarem.   

COMPARTILHE:

Facebook
WhatsApp
Telegram
Twitter
LinkedIn

Solicite agora mesmo a sua cotação

Primeiro Nome*
Sobrenome*
Tipo de Documento*
Número do CPF ou CNPJ*
E-mail*
Celular*
Modelo
Loja*
Aceito Receber Comunicação via Email
Aceito Receber Comunicação via Celular

Informe seu dados

Nome Completo*
Telefone*
E-mail*

Já Vai? Confira algumas ofertas!

Na Motopel você encontra acessórios originais Honda para você e sua moto. Temos uma variedade de itens para a sua segurança como capacetes, luvas, jaquetas, joelheiras, botas, coletes, cotoveleiras, mochilas e muito mais.